Em Marabá, Grota Criminosa totalmente canalizada entre as Folhas 23 e 26

57

A Grota Criminosa no trecho compreendido entre as Folhas 23 e 26, na Nova Marabá, vai terminar o ano com obras bem adiantadas, com destaque para a canalização do curso da água, pavimentação e drenagem. O objetivo é prevenir as cheias, muito comuns nesse perímetro durante o período chuvoso.

Segundo Fábio Moreira, secretário de Viação e Obras Públicas, no início desta administração, a obra relativa à canalização e urbanização da Grota Criminosa estava paralisada. Depois de reanálise do contrato e consequente realinhamento de preços, o serviço foi retomado. Hoje, a grota está com o canal 100% executado naquele trecho, pavimentação, água e esgoto de 70% a 80% concluídos.

O que de mais relevante falta é a construção de duas elevatórias de esgoto, com capacidade de absorver todo o resíduo da Nova Marabá. Num primeiro momento, será conectado à rede de esgoto das Folhas 23 e 26, mas quando o Estado for construindo novas ramificações, já se terá as elevatórias construídas.

“A função das elevatórias é captar todo o esgoto, elevar e, por gravidade, transportá-lo à Estação de Tratamento, construída no bairro do Amapá”, explica o secretário. A elevatória da Folha 26 já se encontra 20% construída; e a outra, construída na entrada da Velha Marabá, ora na fase de aterro, tem cerca de 10% da obra realizada. A previsão é da obra totalmente concluída até dezembro de 2018.

Drenagem

Quanto ao conserto da drenagem da cidade, visando prevenir possíveis alagamentos no decorrer do inverno amazônico, Fábio lembra que, ao ter recebido a Sevop no período de chuvas, logo mapeou os pontos críticos e foi corrigindo, aqueles mais necessários, ao longo do ano. “Não vamos conseguir chegar no ideal, mas com o trabalho já executado, vamos ter um inverno melhor, com menos pontos alagando”, observa, afirmando que os locais que apresentarem alagamentos nesse período serão emergencialmente recuperados.

Deixe seu comentário