Ordem de serviço para pavimentação da PA-477 em São Geraldo do Araguaia será assinada nesta segunda

136

A professora Maria Arleide, 48 anos, espera ansiosa pelo dia em que não vai mais precisar colocar panos nas janelas para barrar a poeira levantada pelos carros que passam em frente à sua casa. Moradora da Vila Nova, em São Geraldo do Araguaia, município do sul do Pará, ela e o marido, Odilon de Abreu, 59, já fazem planos de ampliar a Quitanda da Nena, pequeno comércio que a família mantém à margem da Rodovia PA-477. A expectativa dos moradores em relação à estrada, que vai receber pavimentação asfáltica e novas pontes de concreto, é que ela proporcione desenvolvimento e qualidade de vida para toda a Região de Integração Carajás.

Como a professora, muita gente que mora na Vila Nova espera ansiosa pelo asfalto na rodovia que atravessa a comunidade. Ao assinar nesta segunda-feira (4), as ordens de serviço que vão garantir a obra – que prevê ainda a construção de 13 pontes ao longo da pista –, o governador Simão Jatene dá a partida ao processo de urbanização de uma das regiões mais prósperas do sul paraense, seja pela extração mineral, atividade pecuária ou exploração madeireira.

“Por causa da poeira, muitas crianças da comunidade adoecem. Algumas têm problemas respiratórios e na garganta. Sem contar a dificuldade para percorrer os menos de 10 quilômetros que separam a nossa comunidade da sede municipal. Agora, no verão, é terra para todo lado, mas quando chove, enfrentamos o lamaçal”, conta Maria Arleide. Um dia, ela lembra, foi preciso atravessar o Rio Xambioazinho nadando, porque a ponte de madeira corria o risco de desabar.

Integração

“Essa obra vai mudar mais que a cara da zona rural de São Geraldo do Araguaia. Representa a integração entre diversos municípios da região, incluindo Xinguara e Eldorado do Carajás, e o fomento da nossa economia. Sem falar no acesso a serviços de educação, saúde e segurança. Esperamos mais desenvolvimento e melhores condições de vida para nosso povo com essa iniciativa do governo do Estado”, diz o prefeito de São Geraldo, Edilson Pereira, diante do Rio Xambioazinho, sobre o qual vai passar a primeira ponte de concreto.

É isso que também espera o pecuarista Ranilson Moreno Soares, 46 anos. Dono de uma fazenda na comunidade Abóbora, ele cria hoje cerca de 160 cabeças de gado. Com a rodovia pavimentada, a expectativa é ampliar os negócios com o frigorífico Masterboi, para o qual ele vende sua produção. “Isso é um sonho que vai se realizar. Estamos muitos felizes em receber essa obra do governo do Estado. A PA-477 é uma das principais rodovias da nossa região, fundamental para a economia local”, afirma o pecuarista.

Nesta segunda-feira, a história começa a mudar. Simão Jatene vai assinar a ordem de serviço para a construção de 13 pontes em concreto armado na PA-477. Serão 260 metros dessas estruturas, nas quais o governo vai investir recursos estaduais que totalizam R$ 10.735.903,54. O governador também assinará a ordem que autoriza o início das obras de pavimentação da PA-477 no trecho do Entroncamento da BR-153 até o município de Piçarra, com extensão de oito quilômetros. O investimento é de R$ 12.842.054,11.

Inauguração

A agenda em São Geraldo do Araguaia é a segunda do governo na região, para iniciar investimentos em infraestrutura e melhoria da malha viária. Pela manhã, também na segunda-feira, o governador vai inaugurar a PA-411, em Santana do Araguaia, rodovia com 46 quilômetros, que recebeu investimentos de R$ 65 milhões em obras de terraplenagem, pavimentação asfáltica, sinalização horizontal e vertical, drenagem de águas pluviais e proteção ambiental.

São Geraldo do Araguaia receberá ainda investimentos na educação. Durante o 2º Fórum de Prefeitos e Prefeitas dos Municípios Sustentáveis, ocorrido na última semana, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém, o governador Simão Jatene e o prefeito Edilson Pereira assinaram ordens de serviço no valor de quase R$ 2 milhões, para reformar três escolas estaduais situadas na sede municipal. Para a professora Maria Arleide, o horizonte é próspero. “É a nossa hora de sorrir sem medo de engolir poeira, e de dar aos nossos filhos um ensino melhor. Isso, sim, é ser cidadão”, garante a professora. (Luiz Carlos Santos)

Deixe seu comentário